Cartas

Carta de Soares dos Reis para António José da Costa, 21 de Janeiro de 1868.

Desculpe-me, de não lhe ter escripto á mais tempo, porque tenho tido bastante que fazer, com a minha entrada no atelier do professor a quem vim dirigido: pois encontrei tantes dificuldades como os que tinhão vindo de Lisboa, estes esperarão 3 mezes, e eu pouco menos, porque só na semana passada fui admitido, mas tudo isto é porque os ateliers dos nossos mestres pertencem a escola de Bellas Artes, e porisso para ser admitido um extrangeiro, em qualquer d’esses ateliers, é preciso premissão do sobrentendete da mesma escola: porisso foi este senhor que nos fez esperar, a mim, ao pintor e ao escultor de Lisboa, não nos permitindo um logar, logo que se lhe fes o pedido. Agora o trabalho que tenho, é ir ao atelier desde as 8 até á ½ hora depois, ás segundas feiras, ao curso d’ Anattomia, ás quartas philosophia da Arte; nas tardes em que não á cursos, para a Bibliotheca, e assim se passa por aqui o tempo.

Dezeja-lhe longa vida e saude que é De V. Mce  mui.to aten.to criado Antonio Soares dos Reis

Paris 21 de Janro de 68

Rue de Seine 63.

(Correspondência Inédita de Soares dos Reis coligida por José de Figueiredo e anotada por Vasco Valente (1942), pp. 7-8.)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s