Notícias

A Virgem decapitada, Um protesto de Teixeira Lopes contra os desacatos a que estão sujeitas as obras de arte do nosso País.

O revoltante vandalismo infligido à imagem da Nossa senhora da Vitória, obra do genial escultor Soares dos Reis, deu origem a um clamoroso movimento de protesto, do qual certamente resultará a adopção de medidas tendentes a acautelar contra futuros desacatos contra futuros desacato à valiosa colecção das nossas obras de arte. «Soares dos Reis não escapou a esse desgosto pungente de ver desdenhada, criticada, a sua belíssima Virgem da Vitória, que tinha bem impressa a marca do seu génio, mas que o povo rude não avalia, e que muitos senhores, na sua cegueira de rotina beata, não compreendem. Era necessário que a admirável estátua tivesses um tipo divino, diziam ao grande mestre desolado, os cretinos conhecedores de há cinquenta anos. Os mesarios da igreja da Vitória não ousaram recusar ao artista a sua obra; tratava-se de Soares dos Reis, mas a antipatia continuou surdamente, dando a triste e criminosa ideia de correcções. Há meio século, a estúpida comissão não ousou, nem teve coragem, mas viria outra comissão ainda mais estúpida e audaciosa. Era necessário obter o tipo divino, e, para o conseguir, só um santeiro hábil, que não fosse muito caro e quisesse prestar-se a meter o serrote e os formões numa obra alheia e numa obra-prima. Deram os senhores mesarios ao sacrílego mutilador a triste soma de 40$00! É necessário acabar com estes crimes de lesa-Arte.

(Lopes, Teixeira (1932), artigo – jornal/revista desconhecido.)

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s